Transformação digital é uma aliada para a obter lucratividade

Não acredito que meu negócio poderá ser substituído pela tecnologia. Esta crença limitante pode estar impedindo que você e muitos outros empreendedores observem atentamente a evolução tecnológica e o que esta transformação pode contribuir para o negócio.

Falar em transformação digital é fácil, afinal de contas estamos cercados de dispositivos, aplicativos, veículos, eletrodomésticos entre outros Gadgets que eliminam qualquer dúvida em relação a estarmos convivendo lado a lado com a tecnologia e suas soluções para nossas tarefas diárias.

A tecnologia evolui e traz constantemente soluções para muitas de nossas necessidades pessoais e profissionais, mas quando o assunto for negócios e, mais diretamente falando, eficiência e lucratividade, podemos contar com a tecnologia para obter aumento nestes dois aspectos que norteiam os negócios? A resposta é sim.

Sou defensor da ideia de que desenvolver pessoas é uma das chaves para estabelecer e prosperar em qualquer mercado em que a empresa esteja inserida (posts aqui no blog comprovam esta afirmação), mas não podemos esquecer de que pessoas preparadas com as ferramentas certas geram maiores e melhores resultados quando comparadas a pessoas preparadas que não dispõem de recursos para realizar seu trabalho.

A tecnologia é uma aliada da empresa na busca pela eficiência, quando aplicada de forma que dados e informações sejam organizados e disponibilizados em tempo real, auxiliando e agilizando processos de tomada de decisão, controle e monitoramento de tarefas, gestão de indicadores de desempenho e redução da fadiga e cansaço dos colaboradores envolvidos em tarefas operacionais repetitivas, quando empregadas na automação de máquinas e equipamentos.

Considerando que a tecnologia é aliada na busca pela eficiência empresarial, torna-se ainda mais fácil concluir que também será aliada na obtenção de lucratividade no negócio.

A lucratividade pode ser atribuída à utilização da tecnologia considerando os seguintes fatores:

  1. A tecnologia está disponível 24 por 7 para a empresa, ou seja, 24 horas e 7 dias por semana, ininterruptos. Considere como exemplos reais desta disponibilidade, o acionamento de máquinas, monitoramento de sistemas de segurança e de controle de acesso de pessoas, sites de comércio eletrônico, registro de ponto de colaboradores e servidores de dados e de aplicações, reduzindo consideravelmente encargos trabalhistas associados ao emprego de pessoas em atividades secundárias na empresa;
  2. O uso da tecnologia reduz custos com retrabalho, considerando que a precisão de máquinas que operam através de sistemas automatizados não está propensa a falhas e erros operacionais;
  3. Velocidade de execução, considerando que máquinas não se distraem durante a execução de tarefas, pois uma vez programadas, executam a operação para a qual foram fabricadas;
  4. O emprego da tecnologia proporciona a obtenção de tempo para o desenvolvimento profissional das pessoas que trabalham para a empresa. Automatizar processos repetitivos e que possam causar fadiga, lesões por esforço e até mesmo a não exposição a riscos de morte, permitem que as pessoas sejam envolvidas em atividades gerenciais e estratégicas para a empresa;
  5. Utilizar a tecnologia aumenta o nível de competitividade da empresa no mercado. Desenvolver novos modelos e novas versões de produtos, comercializar produtos com mais recursos para os consumidores, aumenta a visibilidade da marca perante o consumidor e posiciona a empresa como fonte de solução das necessidades e desejos, proporcionando a tão deseja fidelização dos clientes.
  6. A tecnologia permite realizar tarefas para as quais não consegue contratar pessoas preparadas. A falta de mão de obra local poderá ser suprida pelo emprego da tecnologia, considerando tarefas de suporte como recepção de pedidos e faturamento automatizado, quando em tarefas estratégicas, como análise de comportamento consumidor ou atendimento telefônico, tanto ao telefone quanto em sites e perfis da empresa em redes sociais.
Leia também  Sua empresa tem que ser magnética

A tecnologia deve ser considerada como aliada na busca pela permanência da empresa no mercado e não como uma inimiga, como uma substituta. A tecnologia não substitui o que a empresa faz, ela melhora o que a empresa faz.

A tecnologia não tira uma empresa do mercado, mas sim, negligenciar mudanças do comportamento e novas demandas dos consumidores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.